Califórnia – Santa Barbara e Los Angeles

Dia 23 de março pela manhã fizemos o check-out do nosso hotel em Carpinteria e seguimos para Santa Barbara a fim de fazermos um passeio pela cidade e conhecer esta que é considerada a “Riviera americana” e uma espécie de refúgio de celebridades nos Estados Unidos.

Santa Barbara
Santa Barbara

A cidade é muito aconchegante, tranquila e rodeada de praias e belíssimas paisagens. O píer de Santa Bárbara é um dos pontos turísticos mais visitados por causa da belíssima vista para as montanhas, onde às vezes, durante o inverno, dá para ver a neve cobrindo o topo. Já nas ruas centrais da cidade, há grande oferta de bares, restaurantes, e cafés, além de muitas boutiques e pequenas galerias.

Adicionalmente, Santa Barbara é um local que destaca-se na parte cultural com vasta programação de teatros, exposições, cinemas, shows, concertos e festivais que inundam a cidade o ano todo com muita arte e cultura, além de ser um importante centro educacional dos Estados Unidos, contando com cinco grandes instituições do país instaladas na cidade: Santa Barbara City College (SBCC), Westmount College, Antioch University, Brooks Institute of Photography, além de um campus da Universidade da California (UCSB).

Santa Barbara
Santa Barbara
Santa Barbara
Santa Barbara
Santa Barbara
Santa Barbara
Santa Barbara
Santa Barbara
Santa Barbara
Santa Barbara
Santa Barbara
Santa Barbara
Santa Barbara
Santa Barbara

Outra atração bem popular da cidade é o Santa Barbara Arts and Crafts Show, uma espécie de feira que acontece aos domingos no calçadão à beira da praia, onde artistas locais e de todo o condado de Santa Barbara expõem e vendem as suas obras.

Santa Barbara Arts and Crafts Show
Santa Barbara Arts and Crafts Show
Santa Barbara Arts and Crafts Show
Santa Barbara Arts and Crafts Show
Santa Barbara Arts and Crafts Show
Santa Barbara Arts and Crafts Show

Após este rápido passeio em Santa Barbara, seguimos para Los Angeles, que fica cerca de 150 kms ao sul e onde permanecemos pelos próximos 4 dias, até tomarmos nosso voo de volta ao Brasil.

Los Angeles é a segunda cidade mais populosa dos Estados Unidos, com quase 4 milhões de habitantes, porém, contando toda a área metropolitana, este número chega a mais de 17 milhões de pessoas, sendo esta a 13ª maior área metropolitana do mundo.  Conhecida por suas iniciais, “LA”, e apelidada de “Cidade dos Anjos”, Los Angeles é  um centro mundial de negócios, comércio internacional, entretenimento, cultura, mídia, moda, ciência, tecnologia e educação.

Com Hollywood, é conhecida como a “Capital Mundial do Entretenimento” e é a líder mundial na criação de filmes, produção de televisão, videogames e música gravada. A importância do setor de entretenimento para a cidade levou muitas celebridades a residir em Los Angeles e em seus subúrbios.

E foi exatamente em Hollywood que decidimos nos hospedar, para ficarmos próximos das principais atrações que gostaríamos de visitar na cidade, pelo acesso fácil ao metro e por todas as comodidades que o bairro tem para oferecer aos turistas.

Por volta do início da tarde chegamos ao Hotel La Brea, onde tínhamos um reserva, e que localiza-se na Hollywood Boulevard, a apenas meia quadra da Calçada da Fama de Hollywood e a duas quadras do Dolby Theatre, local onde anualmente ocorre a cerimônia do Oscar do cinema.

La Brea Inn - Los Angeles
La Brea Inn – Los Angeles

Além de visitar algumas das clássicas atrações de Los Angeles, bem como suas praias, um dos meus principais objetivos nesta passagem pela cidade, era conhecer a área da Sunset Boulevard onde estão instaladas algumas das maiores e melhores lojas de instrumentos musicais de todo o mundo, dentre as quais, em especial, a Guitar Center e a Sam Ash.  E logo após almoçarmos nos mandamos para lá, uma vez que esta área estava a apenas 6 quadras do nosso hotel.

Sam Ash
Sam Ash
Sam Ash
Sam Ash

A Sam Ash Music, fundada em 1924 é uma das maiores cadeias de lojas de instrumentos musicais nos Estados Unidos, além da companhia ser proprietária de várias marcas de longa data na indústria da música, entre elas a Groove Percussion (bateria e percussão), a Brownsville NY (guitarras e amplificadores), a Carlo Robelli (instrumentos de cordas, guitarras, acordeões) e, e Jean Baptiste (instrumentos de sopro e metais). A loja da Sam Ash da Sunset Boulevard é enorme, assim como a oferta de opções de instrumentos musicais que ela oferece. Tudo o que alguém pode precisar acerca de instrumentos musicais se encontra nesta grande loja. Dá para experimentar os instrumentos à vontade, o atendimento é ótimo.

Saindo da Sam Ash, apenas atravessamos a rua e já estávamos na Guitar Center, fundada em 1959, e considerada a maior rede de varejo de instrumentos musicais do mundo, com mais de 300 estabelecimentos somente nos Estados Unidos.

Além da loja ser incrível, contando com enorme quantidade de instrumentos das melhores marcas, o estabelecimento hospeda a Rock Walk de Hollywood, uma espécie de hall da fama homenageando artistas musicais. Nesta “calçada da fama”, os artistas da música são convidados a colocar suas impressões de mãos em blocos de cimento, que são colocados em exposição em frente da Guitar Center Hollywood. Adicionalmente, dentro da loja, estão expostos em diversas galerias vários instrumentos de grandes personalidades da história da música, como Elvis Presley, Johnny Cash, Jeff Beck, Kurt Cobain, dentre vários outros.

Quem é músico profissional, amador, ou apenas amante de música não pode deixar de visitar esta área de Hollywood. Em breve vou escrever um post dedicado apenas a estas lojas de instrumentos musicais com mais detalhes.

Guitar Center e Sam Ash Drums e Percussion
Guitar Center e Sam Ash Drums & Percussion
Guitar Center Hollywood
Guitar Center Hollywood
Guitar Center Rock Walk
Guitar Center Rock Walk
Guitar Center Rock Walk
Guitar Center Rock Walk
Guitar Center
Guitar Center
Guitar Center
Guitar Center
Guitar Center
Guitar Center
Guitar Center - Vintage Saloon
Guitar Center – Vintage Saloon

Logo percebi que precisaria de algumas (muitas) horas para apreciar tudo o que estas lojas tinham para oferecer, então resolvemos dar apenas uma “passada de olho” e retornaria outra hora para ver tudo com mais calma e escolher o violão folk que eu queria comprar.

Voltamos então para a Hollywood Boulevard, e já havia caído a noite quando fomos conhecer a Calçada da Fama, o Dolby Theatre, e as demais atrações que estão concentradas nesta famosa avenida de Hollywood.

Hollywood Boulevard
Hollywood Boulevard
Hollywood Boulevard
Hollywood Boulevard

A Hollywood Walk of Fame, conhecida no Brasil como Calçada da Fama, é uma calçada ao longo das ruas Hollywood Boulevard e Vine Street constituída por mais de 2.000 lajes com estrelas, fazendo menção a celebridades honradas pela Câmara do Comércio de Hollywood pelas suas contribuições para a indústria do entretenimento, e atraindo cerca de 10 milhões de visitantes por ano.

De todas as estrelas na Calçada até hoje, 47% foram concedidas na categoria Indústria cinematográfica, 24% em Indústria televisiva, 17% em Indústria da música, 10% em Indústria de radiodifusão, e menos de 2% na categoria Indústria de teatro. Cerca de 20 novas estrelas são adicionadas à cada ano. Gene Autry é o único homenageado com estrelas em todas as cinco categorias.

Hollywood Walk Of Fame
Hollywood Walk Of Fame
Hollywood Walk Of Fame
Hollywood Walk Of Fame
Hollywood Walk Of Fame
Hollywood Walk Of Fame

Nesta página, é possível obter uma lista com todos os artistas homenageados na Hollywood Walk of Fame, incluindo a categoria em que o artista foi agraciado e o endereço (rua e número) da localização da estrela na Calçada da Fama.

Logo adiante passamos pelo Museu de Cera Madame Tussauds, que é um famoso museu de figuras de cera, possuindo a maior coleção de figuras de celebridades, entre elas Amy Winehouse, Lady Gaga, Ozzy Osbourne, Arnold Schwarzenegger, Elvis Presley, Albert Einstein, etc.. Diferente dos museus convencionais, o local permite que você interaja com as obras (que são reproduções em tamanho real), o que possibilita fotografias divertidas com estátuas de artistas do cinema, da música e até nomes da política, como o presidente dos EUA Barack Obama.

Museu de Cera Madame Tussaud
Museu de Cera Madame Tussaud
Museu de Cera Madame Tussaud
Museu de Cera Madame Tussaud
Figura da Lady Gaga no Museu de Cera
Figura da Lady Gaga no Museu de Cera
Hollywood Boulevard - Calçada da Fama
Hollywood Boulevard

Um pouquinho mais à frente está o Grauman’s Chinese Theatre (Teatro Chinês), um dos cinemas mais importantes, não só da região de Los Angeles, mas do mundo. Este ícone da Hollywood Boulevard já foi palco de três entregas do Oscar e de muitas premiês históricas, contando com a presença de atores, atrizes e diretores como Carmen Miranda, Woody Allen, Tom Hanks e Steven Spielberg.

A visitação é grátis, a menos que se queira assistir um dos filmes em cartaz. A fachada chama atenção por parecer a entrada de uma construção chinesa. Várias festas de lançamento de filmes, e até aniversário de famosos, já foram realizados por lá.

A principal atração turística do Teatro Chinês, é sua mundialmente famosa calçada da fama, na qual estão as impressões de mãos de celebridades de Hollywood, pegadas, e autógrafos no concreto do pátio de entrada do teatro. Há cerca de 200 impressões. O interessante é que essa tradição começou com uma atriz que pisou acidentalmente no cimento fresco.

Teatro Chinês
Teatro Chinês
Teatro Chinês
Teatro Chinês
Teatro Chinês
Teatro Chinês
Calçada do Teatro Chinês
Calçada do Teatro Chinês
Calçada do Teatro Chinês
Calçada do Teatro Chinês
Calçada do Teatro Chinês
Calçada do Teatro Chinês
Calçada do Teatro Chinês - Carmen Miranda
Calçada do Teatro Chinês – Carmen Miranda
Hollywood Boulevard
Hollywood Boulevard

Logo adiante está o Dolby Theatre, anteriormente conhecido como Kodak Theatre, que desde sua inauguração em 2001, tem sido o local de entrega dos Prêmios da Academia, o Oscar, cerimônia para a qual foi especialmente desenhado, tendo capacidade para 3.400 pessoas sentadas e com um palco de 20 metros de profundidade por 40 metros de largura, um dos maiores do país.

Foi patrocinado pela Kodak, que pagou U$75 milhões para ter seu nome associado ao teatro e aluga-lo para a Academia na noite de premiação. As colunas em seu átrio de entrada têm escrito o nome de todos os filmes vencedores do prêmio desde 1928. No resto do ano, o teatro é usado para shows, concertos, homenagens, óperas, desfiles de moda e também já foi palco de uma entrega especial dos prêmios Emmy. Depois de se chamar Kodak, em 2012, foi rebatizado com o nome do seu novo patrocinador, Dolby, empresa pioneira da tecnologia de som, após o precedente, a Kodak, em falência, ter rompido o seu contrato.

Dolby Theater - Local onde ocorre a cerimonia do Oscar do cinema
Dolby Theater – Local onde ocorre a cerimonia do Oscar do cinema
Dolby Theater - Local onde ocorre a cerimonia do Oscar do cinema
Dolby Theater – Local onde ocorre a cerimonia do Oscar do cinema
Dolby Theater - Local onde ocorre a cerimonia do Oscar do cinema
Dolby Theater – Local onde ocorre a cerimonia do Oscar do cinema
Dolby Theater - As colunas em seu átrio de entrada têm escrito o nome de todos os filmes vencedores do prêmio desde 1928
Dolby Theater – As colunas em seu átrio de entrada têm escrito o nome de todos os filmes vencedores do prêmio desde 1928
Tiburón na escadaria do Oscar!
Tiburón na escadaria do Oscar!
Dolby Theater - Local onde ocorre a cerimonia do Oscar do cinema
Dolby Theater – Local onde ocorre a cerimonia do Oscar do cinema
Dolby Theater - Local onde ocorre a cerimonia do Oscar do cinema
Dolby Theater – Local onde ocorre a cerimonia do Oscar do cinema

O Dolby Theatre faz parte do complexo de entretenimento chamado “Hollywood and Highlands“. Este empreendimento foi construído no local que abrigava o famoso Hollywood Hotel e é um dos destinos turísticos mais visitados em Los Angeles. O complexo fica exatamente em frente ao histórico teatro “El Capitan” e oferece pontos com vistas privilegiadas para as Hollywood Hills e para o letreiro de Hollywood.

Hollywood and Highlands
Hollywood and Highlands
Hollywood and Highlands
Hollywood and Highlands
Hollywood and Highlands
Hollywood and Highlands
Hollywood Boulevard
Hollywood Boulevard

Após este passeio, seguimos de carro até um Restaurante Denny’s na Sunset Boulevard para jantarmos, e logo em seguida retornamos para nosso hotel para descansar do movimentado dia.

No segundo dia em Los Angeles, tomamos nosso café-da-manhã e fizemos novamente um passeio na Hollywood Boulevard. Queriamos ir no Hollywood & Highlands de dia para poder tirar fotos do famoso letreiro de Hollywood, uma vez que este é um dos lugares clássicos para fazer fotos deste emblemático símbolo de Los Angeles. Passeamos novamente pela Calçada da Fama, Museu de Cera, Teatro Chinês, Dolby Theatre até chegarmos ao complexo.

Hollywood Walk Of Fame
Hollywood Walk Of Fame
Hollywood Walk Of Fame
Hollywood Walk Of Fame
Hollywood Walk Of Fame
Hollywood Walk Of Fame
Bob Marley - Don’t Gain The World & Lose Your Soul, Wisdom Is Better Than Silver Or Gold
Bob Marley – Don’t Gain The World & Lose Your Soul, Wisdom Is Better Than Silver Or Gold
Hollywood Walk Of Fame
Hollywood Walk Of Fame
Hollywood Walk Of Fame
Hollywood Walk Of Fame
Hollywood Walk Of Fame
Hollywood Walk Of Fame
Hollywood Walk Of Fame
Hollywood Walk Of Fame
Hollywood Walk Of Fame
Hollywood Walk Of Fame
Museu de Cera Madame Tussaud
Museu de Cera Madame Tussaud
Grauman's Chinese Theatre
Grauman’s Chinese Theatre
Grauman's Chinese Theatre
Grauman’s Chinese Theatre
Dolby Theatre
Dolby Theatre
Dolby Theatre
Dolby Theatre
Dolby Theatre
Dolby Theatre

No Hollywood & Highlands há um local que parece que foi estrategicamente preparado para apreciar e fazer as fotos clássicas do letreiro de Hollywood, que são as “passarelas” do 2º e 3º andar.

Hollywood and Highlands
Hollywood and Highlands
Hollywood and Highlands
Hollywood and Highlands
Hollywood Sign
Hollywood Sign

O letreiro de Hollywood foi criado em 1923 e tinha sido erguido para vender casas de um condomínio. O sinal divulgava “HOLLYWOODLAND” originalmente, como uma propaganda para promover um novo loteamento residencial perto do distrito de Hollywood em Los Angeles. A ideia inicial, era que ele ficasse lá por alguns meses, mas acabou se tornando um símbolo da cidade e foi ficando.

Nos anos subsequentes com a ascensão do cinema americano, principalmente em Los Angeles, o letreiro acabou ficando mundialmente famoso por aparecer em diversos filmes, fazendo com que a prefeitura optasse por deixa-lo por lá. Cada uma das letras do sinal original tinha 9,1 m de largura e 14 m de altura, com cerca de 4 mil lâmpadas espalhadas entre elas. Em setembro de 1932 a atriz Peg Entwistle saltou do H do letreiro e morreu. As letras “(LAND)” foram removidas no ano de 1949.

Com o passar dos anos o letreiro ficou abandonado e se deteriorou, não passando por nenhuma reforma por décadas, entrando num estado de total decadência. Em 1978, várias pessoas influentes quiseram ajudar, cada um doando 27.777 dólares para a compra de cada letra, totalizando 250.000 dólares. Novas letras foram então instaladas, possuindo cada uma 14 m de altura e variando entre 9,4 m e 12 m de largura.

Hollywood Sign desde Hollywood & Highlands
Hollywood Sign desde Hollywood & Highlands
Hollywood Sign desde Hollywood & Highlands
Hollywood Sign desde Hollywood & Highlands
Letreiro original de Hollywood em 1923
Letreiro original de Hollywood em 1923
Letreiro original de Hollywood
Letreiro original de Hollywood

Na sequencia, pegamos nosso carro e rumamos para o Griffith Park, onde está o Griffith Observatory, sendo este um dos melhores locais para ter-se uma vista panorâmica de LA.

O Griffith Park é um grande parque localizado junto às colinas de Santa Mônica em Los Angeles, com uma área de cerca 17 km², que o torna um dos maiores parques urbanos da América do Norte. Possui espaços para lazer, para pratica esportiva, trilhas, pique-niques, e já foi cenário para mais de 50 filmes e séries.

Griffith Park
Griffith Park
Hollywood Sign desde o Griffith Park
Hollywood Sign desde o Griffith Park

Dentro do Griffith Park, a cerca de 345 metros acima do nível do mar, está o Observatório Griffith, que é um observatório espacial sem fins lucrativos, com o propósito de fornecer ao público informações sobre astronomia e ciências relatas, fundado em 1935.

Ele é considerado um dos mais conceituados observatórios do mundo. Funciona de quarta à sexta, das 12h às 22h e, no final de semana, das 10h às 22h. Não há custos para a visitação e nem é necessário fazer reservas.

O local, para além dos seus espetaculares telescópios solares e Zeiss, oferece uma bela vista panorâmica da cidade de Los Angeles, de Hollywood e do Oceano Pacífico, e só por isto já vale a visita.

Observatório Griffith
Observatório Griffith
Observatório Griffith
Observatório Griffith

Neste dia (era uma segunda-feira) o observatório estava fechado, mas mesmo assim havia muita gente passeando lá e curtindo o visual de Los Angeles. Este é um ótimo local também para tirar fotos do letreiro de Hollywood.

Hollywood Sign desde o Griffith Park
Hollywood Sign desde o Griffith Park
Hollywood Sign desde o Griffith Park
Hollywood Sign desde o Griffith Park
Hollywood Sign desde o Griffith Park
Hollywood Sign desde o Griffith Park
Observatório Griffith
Observatório Griffith
Hollywood Sign desde o Griffith Park
Hollywood Sign desde o Griffith Park
Observatório Griffith
Observatório Griffith
Vista de Los Angeles desde o Observatório Griffith
Vista de Los Angeles desde o Observatório Griffith
Vista de Los Angeles desde o Observatório Griffith
Vista de Los Angeles desde o Observatório Griffith
Vista de Los Angeles desde o Observatório Griffith
Vista de Los Angeles desde o Observatório Griffith
Vista de Los Angeles desde o Observatório Griffith
Vista de Los Angeles desde o Observatório Griffith

Do Griffith Park seguimos para conhecer duas das principais praias de Los Angeles, Santa Monica e Venice Beach.

A principal atração de Santa Monica é o seu pier centenário, construído em 1909, famoso por conter o Pacific Park, um parque de diversões construído sobre o pier e que contém a roda gigante mais antiga da costa oeste. No pier também há um carrossel dos anos 1920, o Santa Monica Pier Aquarium, lojas, pubs, restaurantes, além de muitos artistas que ali se apresentam, atraindo anualmente cerca de 4 milhões de visitantes.

A beira de praia de Santa Monica contém área com calçadão e parques, sendo ótima para andar de bicicleta, praticar esportes e sentir o estilo de vida californiano. O mar estava flat nesse dia e bem “picado” por causa do vento. Sem chances de surfe.

Santa Monica
Santa Monica
Santa Monica
Santa Monica
Pier de Santa Monica
Pier de Santa Monica
Pier de Santa Monica
Pier de Santa Monica
Pier de Santa Monica
Pier de Santa Monica
Pier de Santa Monica
Pier de Santa Monica
Santa Monica
Santa Monica
Pier de Santa Monica
Pier de Santa Monica
Pier de Santa Monica
Pier de Santa Monica
Pier de Santa Monica
Pier de Santa Monica
Pier de Santa Monica
Pier de Santa Monica
Santa Monica
Santa Monica
Palisades Park - Santa Monica
Palisades Park – Santa Monica

Bem pertinho do pier de Santa Monica, a intersecção da Ocean Avenue com a Santa Monica Boulevard marca o local onde terminava a antiga Route 66, a estrada mais tradicional dos EUA, que sai de Chicago e atravessa 9 estados até chegar em Santa Monica percorrendo 3755 Km. A famosa estrada foi berço do primeiro Motel e do primeiro McDonald’s do mundo, além de ter sido cenário de filmes como Easy Rider e Bagdad Café.

Esta legendária rota foi estabelecida em 1926, com o nome oficial de Will Rogers Highway, porém com o passar dos anos e a construção das novas vias de trânsito rápido, no ano de 1985 deixou de fazer parte do US Highway System. Existe atualmente como uma “Histórica Rota 66”, sendo reconhecida pelo governo norte-americano por sua importância cultural, histórica e turística. Esta rota histórica busca relembrar o sentimento de liberdade idealizado pelos jovens americanos das décadas de 50 e 60, que em seus Cadillacs e motos Harley Davidson, aventuravam-se pelas estradas em busca das praias do Pacífico, deixando de lado os costumes conservadores da costa leste dos Estados Unidos, à procura da ensolarada e liberal Califórnia.

Santa Monica - Final da Route 66
Santa Monica – Final da Route 66
A intersecção da Ocean Avenue com a Santa Monica Boulevard marca o local onde terminava a antiga Route 66
A intersecção da Ocean Avenue com a Santa Monica Boulevard marca o local onde terminava a antiga Route 66
Aqui neste ponto de Santa Monica termina a Route 66
Aqui neste ponto de Santa Monica termina a Route 66
Final da Route 66
Final da Route 66

A duas quadras da beira da praia de Santa Monica fica a Third Street Promenade, um calçadão de pedestres recheado de barzinhos, restaurantes e lojas de marcas mundialmente conhecidas como French Connection, Sephora, Apple, Steve Madden e Victoria’s Secret. Os artistas de rua também são marcas registradas do local. Ao fim da rua está localizado o chique Santa Monica Place Mall, um luxuoso shopping center com opções de restaurantes e entretenimento.

Centro de Santa Monica - Third Street Promenade
Centro de Santa Monica – Third Street Promenade
Centro de Santa Monica - Third Street Promenade
Centro de Santa Monica – Third Street Promenade

Seguimos então um pouco mais ao sul de Santa Monica, onde está outra praia famosa de Los Angeles, a Venice Beach. É um local que concentra um público bem mais underground/alternativo e foi o lar de poetas e artistas da geração Beat em Los Angeles.

Venice
Venice

A história deste local remete ao ano de 1891, quando Abbot Kinney, um milionário da indústria do Tabaco, resolveu comprar uma área de cerca de 3 km a beira mar, ao sul de Santa Monica e transforma-la na “Veneza da América”. Ele construiu uma cidade turística no local, com canais artificiais, nos quais os moradores se locomoviam por gôndolas, e um enorme píer com um grande parque de diversões. Em 1905, Venice foi inaugurada e era, naquela época, uma cidade autônoma, independente de Los Angeles.

Com o passar do tempo, Venice passou por um período de declínio e acabou por ser anexada pela cidade de Los Angeles em 1926. Com o crescimento da população no local foi necessário o aumento da rede de esgoto e das ruas de circulação e parte dos canais foram obstruídos e pavimentados em 1929. A maioria dos canais não existe mais, mas na Dell Avenue ainda é possível ver os que sobraram, com suas pontes, barcos e lindas casinhas.

Canais de Venice
Canais de Venice
Canais de Venice
Canais de Venice
Canais de Venice
Canais de Venice
Canais de Venice
Canais de Venice

Em Venice, o movimento de pessoas está concentrado na Ocean Front Walk, o famoso calçadão a beira-mar, cheio de artistas de rua, esportistas, músicos, e muitos outros doidões, todos buscando um lugar ao sol.

O mais inusitado do local na minha opinião, são os promotores das “clínicas médicas”, que oferecem receitas para o consumo de maconha. A maconha é legalizada para uso medicinal na Califórnia e pela orla existem vários estabelecimentos que fazem “consultas” para verificar se o indivíduo possui problemas como insônia, ansiedade, ou qualquer outra coisa que possa dar motivos para emitir um atestado para comprar a droga legalmente!

Esta é uma área onde há também muitos graffitis e as paredes de alguns dos principais prédios da área estão cobertas com enormes pinturas retratando e traduzindo o espírito underground e urbano do local.

Venice Beach
Venice Beach
Venice Beach
Venice Beach
Venice Beach
Venice Beach
Venice Beach
Venice Beach
Venice Beach, a maior concentração de maluco por metro quadrado de Los Angeles
Venice Beach, a maior concentração de maluco por metro quadrado de Los Angeles
Venice Beach - tudo legalized
Venice Beach – tudo legalized “para uso medicinal”! kkkk
Venice Beach
Venice Beach
Venice Beach
Venice Beach

O lugar tem também muitas quadras esportivas, área de patinação, ciclovia e espaços para outros esportes. O Skate Park de Venice é um show à parte.

Em um pedaço da praia, apropriadamente chamada de “Muscle Beach”, tem uma espécie de academia de musculação ao ar livre onde os astros Arnold Schwarzenegger e Jack Lalanne treinavam antes de se tornarem estrelas de cinema.

Muscle Beach - Venice Beach
Muscle Beach – Venice Beach
Venice Skate Park
Venice Skate Park
Venice Skate Park
Venice Skate Park
Venice Skate Park
Venice Skate Park
Venice Beach
Venice Beach

Foi em Venice Beach que surgiram os Z-Boys, um grupo de jovens surfistas que revolucionou o skate nos anos 70, influenciando a história e a cultura deste esporte, agregando estilo e atitude.

Este grupo de surfistas de Venice, foi o responsável pelo invento do skate vertical, durante uma das piores secas da história da região, quando os moradores da Califórnia foram obrigados a secarem suas piscinas por causa do racionamento. Esse grupo de garotos começou então a entrar nas piscinas vazias das casas e passar horas descendo as paredes, até que os donos ou a polícia aparecessem e os expulsassem.

Dois filmes que retratam a história dos Z-Boys foram The Lords of Dogtown e Dogtown and Z-Boys.

Apesar de toda a fama e história, de certa forma, achei Venice bastante decadente, com muita gente drogada por todo o canto, e uma vibe meio trash.

Venice Sign
Venice Sign
Venice Sign
Venice Sign

No final da tarde, regressamos de Venice para Hollywood. Ao cair da noite, fomos conhecer a Amoeba Music, a maior loja independente de música do mundo. Localizada na Sunset Boulevard em Hollywood, esta loja possui um acervo de discos que é algo impressionante, contando com CDs, discos em vinyl , fitas cassetes, tanto novos quanto usados. Em especial, para quem gosta de rock, blues e jazz, o lugar é um semi-paraíso. A loja também comercializa filmes, e embora este não seja o carro chefe dos negócios da Amoeba, há uma boa coleção de títulos em DVD, VHS e discos Blu-ray.

Para quem gosta de música, este é o lugar para visitar em Los Angeles!

O lugar é tão legal que ainda vou escrever um post específico sobre esta loja com mais informações.

Amoeba Music - A maior loja independente de música do mundo!
Amoeba Music – A maior loja independente de música do mundo!
Amoeba Music
Amoeba Music
Amoeba Music - Para quem gosta de música, este é o lugar para visitar em Los Angeles!
Amoeba Music – Para quem gosta de música, este é o lugar para visitar em Los Angeles!
Amoeba Music
Amoeba Music
Amoeba Music
Amoeba Music
Amoeba Music
Amoeba Music

Uma das coisas que tínhamos muita vontade de fazer em LA, mas que ainda não havíamos pesquisado/feito nada para viabilizar, era ir a uma jogo de basquete do Los Angeles Lakers. Como nosso tempo na Califórnia estava se acabando, antes de dormir, eu resolvi pegar o note e dar uma olhada no calendário de jogos da NBA e ver como que se fazia para obter ingressos para os jogos. Por sorte do destino, no dia seguinte haveria jogo dos Lakers na sua quadra em Los Angeles, contra o New York Knicks! Saímos então atrás dos ingressos, que, obviamente, já estavam esgotados… Porém fuçando na página dos Lakers, descobri que ainda havia uma chance de irmos à partida, pois há alguns torcedores que compram por antecipação um pacote com os ingressos para todas as partidas da temporada e há uma área do site, onde estes podem oferecer estes ingressos para venda, caso não consigam ir em algum dos jogos. Depois de muita persistência, consegui comprar dois ingressos para irmos ao jogo no dia seguinte, a U$ 40 cada!

Desta forma, a minha programação para nosso penúltimo dia em LA seria passar algumas horas da manhã/tarde nas lojas de instrumentos musicais da Sunset Boulevard, comprar meu violão folk, almoçar e no final de tarde ir para o Staples Center assistir ao jogo dos Lakers. E assim foi.

No meio da manhã do dia seguinte, fui na Guitar Center buscar o violão que eu tanto queria. O lugar é tão massa que, mesmo não tocando nenhum instrumento, o Charles fez questão de me acompanhar para ir mais uma vez curtir o ambiente.

Guitar Center
Guitar Center
Guitar Center
Guitar Center
Guitar Center
Guitar Center
Guitar Center
Guitar Center
Guitar Center
Guitar Center
Guitar Center
Guitar Center
Novo prodígio da guitarra descoberto em Los Angeles!
Novo prodígio da guitarra descoberto em Los Angeles!

Após passarmos algumas horas entre a Guitar Center e a Sam Ash, e eu ter achado o violão que eu queria, retornamos para o hotel e em seguida fomos almoçar.

Na tardinha, pegamos a linha vermelha do metro de LA na Hollywood/Highland Station e fomos até a estação 7th Street/Center Station, no centro de Los Angeles. De lá, caminhamos mais uma meia dúzia de quadras e chegamos no Staples Center para assistir ao jogo dos Lakers.

LA Downtown
LA Downtown

O Staples Center é o principal ginásio esportivo da cidade de Los Angeles sendo o único no país a ser utilizado por quatro equipes profissionais das ligas americanas. Foi inaugurado em 17 de outubro de 1999 e, atualmente, é a casa dos Los Angeles Lakers e Clippers da NBA, dos Los Angeles Sparks da WNBA, e dos Los Angeles Kings da NHL.

Sua capacidade em jogos de basquete é de 18.997 pessoas, em jogos de hóquei no gelo e futebol americano de arena é de 18.118, e de 20.000 pessoas em concertos e outros eventos de entretenimento.

Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center - Earvin
Staples Center – Earvin “Magic” Johnson
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center - Kareem Abdul-Jabbar
Staples Center – Kareem Abdul-Jabbar

Um detalhe que nos chamou bastante a atenção, foi a integração das torcidas de ambos os times. Torcedores dos Lakers chegavam junto com os do Knicks na maior paz, conversando, todos entrando pelos mesmos portões, tudo em harmonia, sem qualquer estresse ou intimidações e coisas do gênero. Dentro do ginásio, as torcidas também ficam misturadas. Bem diferente da realidade do Brasil.

Lakers x Knicks
Lakers x Knicks
Lakers x Knicks
Lakers x Knicks
Staples Center - Lakers x Knicks
Staples Center – Lakers x Knicks
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Assistindo Los Angeles Lakers x New York Knicks no Staples Center! Sensacional!!
Assistindo Los Angeles Lakers x New York Knicks no Staples Center! Sensacional!!
Staples Center
Staples Center

O evento é um verdadeiro espetáculo de entretenimento e o jogo em si é apenas um detalhe de todo o acontecimento. Nos intervalos e nos tempos técnicos há apresentações das Cheerleaders, sorteios de brindes entre os espectadores, apresentação da banda que toca durante todo o jogo, fazendo a “levada” que embala a torcida nos pedidos de “defense” e nas jogadas de ataque.

Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center
Staples Center

Levamos sorte ao Lakers nesta noite, pois, após um começo ruim, terminando o 1º quarto da partida com 10 pontos de desvantagem, a partir do 2º quarto a equipe reagiu e finalizou a partida com uma vantagem de 31 pontos sobre o New York Knicks.

Voltamos de metro para Hollywood e chegamos ao nosso hotel já eram quase meia-noite desta que seria nossa última noite na Califórnia. Pegamos o carro e rodamos um pouco por Hollywood, passando por locais como a Sunset Strip e também pelo famoso prédio da Capitol Records.

A Sunset Strip é a parte mais famosa da Sunset Boulevard, apresentando alguns dos mais conhecidos clubes noturnos de Los Angeles, como o Whisky a Go Go e o Viper Room.

Sunset Strip
Sunset Strip
Whisky a Go-Go - Sunset Strip
Whisky a Go-Go – Sunset Strip
Sunset Strip
Sunset Strip

O prédio da Capitol Records é uma torre de treze andares, projetada por Welton Becket e é considerado um dos marcos da cidade, com seu design parecendo a uma pilha de discos de vinil, com uma agulha no topo. A luz piscando na ponta da agulha no alto da torre soletra a palavra “Hollywood” em código Morse, e o faz isso desde a inauguração do edifício, em 1956.

Edifício da Capitol Records
Edifício da Capitol Records
Edifício da Capitol Records
Edifício da Capitol Records

Jantamos quando já era meio da madrugada. Depois regressamos para o hotel e dormimos até o fim da manhã do dia seguinte.

Nossa tarde do dia 26 de março foi dedicada apenas para arrumar as bagagens e para descansar. À tardinha, dirigimos até o aeroporto de LA onde entregamos nosso carro à locadora e, algumas horas depois, embarcamos para o Brasil, fazendo uma conexão em Miami e outra em Curitiba.

A caminho do aeroporto de Los Angeles
A caminho do aeroporto de Los Angeles
LAX - Aeroporto de Los Angeles
LAX – Aeroporto de Los Angeles

Chegamos em Porto Alegre já na noite do dia seguinte, após quase 30 dias viajando e surfando pelo Hawaii e Califórnia.

Uma trip inesquecível, sem dúvida!

Chegada em Porto Alegre
Chegada em Porto Alegre
Anúncios

2 comentários sobre “Califórnia – Santa Barbara e Los Angeles

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s