Diário do México – Salina Cruz

No final do dia 21, regressamos a Huatulco, após 2 dias de ótimas ondas em Barra De la Cruz. Voltamos de lá de táxi, e nos hospedamos na Pousada Michelle, para passar a noite, e no outro dia pela manhã partir para Salina Cruz.

Hotel Michelle em Huatulco
Hotel Michelle em Huatulco
Hotel Michelle em Huatulco
Hotel Michelle em Huatulco

Dia 22, acordamos cedo, tomamos um café da manhã no OXXO, que é uma conveniência 24 horas que tem por toda a parte aqui no México, e nos mandamos para a estação de autobuses de Huatulco. Nosso ônibus saiu as 9:30 e cerca de 12:20 estávamos chegando em Salina Cruz.

Estación de Autobuses em Huatulco
Estación de Autobuses em Huatulco
Estación de Autobuses em Huatulco
Estación de Autobuses em Huatulco
Entrada de Salina Cruz
Entrada de Salina Cruz
Chegada em Salina Cruz
Chegada em Salina Cruz

Salina Cruz é uma cidade portuária do estado de Oaxaca, no sudeste do México. Localizada no Golfo de Tehuantepec, a cidade possui uma refinaria, estaleiro naval e várias minas de sal. É um dos maiores portos do México (o maior da costa do Pacífico). É uma cidade típica de interior, com cerca de 71 mil habitantes, onde existem diversas ondas incríveis, em sua maioria puntas com direitas longas quebrando sobre fundo de pedra/areia em praias muitas vezes desertas. As praias e o acesso a elas são super protegidos pela associação dos surfistas locais, então é muito difícil surfá-las sem estar acompanhado por um guia local, tanto por ser difícil de se encontrar/chegar até os picos, quanto pelo fato de existir um localismo forte na região.

Salina Cruz
Salina Cruz
Porto de Salina Cruz
Porto de Salina Cruz

Chegando na estação de buses de Salina Cruz, pegamos um táxi e viemos até o Hotel Amerik, no centro da cidade, onde havíamos feito uma reserva de hospedagem. Nos acomodamos e em seguida saímos dar uma volta pelo centro e procurar algum lugar para almoçar. Após repormos as energias, regressamos ao hotel e em seguida o Fito, o guia de surfe local que havíamos contratado, veio ao nosso encontro para já combinarmos a primeira sessão de surfe na região.

Hotel Amerik - Salina Cruz
Hotel Amerik – Salina Cruz
Hotel Amerik - Salina Cruz
Hotel Amerik – Salina Cruz
Tortillas Mexicanas
Tortillas Mexicanas
Praça central de Salina Cruz
Praça central de Salina Cruz
Jugos - Salina Cruz
Jugos – Salina Cruz
Mercadão de SalinaCruz
Mercadão de SalinaCruz
Mercadão de SalinaCruz
Mercadão de SalinaCruz
Sk8 em Salina Cruz
Sk8 em Salina Cruz

Cerca de 4 horas da tarde, o Fito nos buscou no hotel e seguimos para Punta Conejo. Esta praia é um point break de direita que proporciona uma parede de cerca de 300 metros. É uma onda super divertida e extremamente manobrável, que as vezes proporciona algumas sessões de tubo também. Pegamos ótimas ondas lá, algumas das melhores que já havíamos surfado em toda a vida! Ficamos simplesmente alucinados com o pico e surfamos até o escurecer …

João, Luis e Andrei em Punta Conejo
João, Luis e Andrei em Punta Conejo
Punta Conejo
Punta Conejo
Punta Conejo
Punta Conejo
Punta Conejo
Punta Conejo
Tiburón em Punta Conejo
Tiburón em Punta Conejo
Punta Conejo
Punta Conejo
Punta Conejo
Punta Conejo
Punta Conejo
Punta Conejo
Andrei, Luis e João em Punta Conejo
Andrei, Luis e João em Punta Conejo

No dia seguinte, acordamos as 5:30 da manhã e nos mandamos direto para Punta Chivo, outro point break de direitas perfeitas, com ondas bem longas, tendo um drop relativamente difícil, uma seção oca na primeira parte da onda, e depois ela segue alternando sessões de manobras com outras mais tubulares. Dividimos o mar neste dia com ninguém menos que Stephanie Gilmore, 5x campeã mundial de surfe, e com a Lisa Andersen, 4x campeã mundial de surfe, ambas super gente-fina, simpáticas, educadas e com um surfe que dava gosto de ver! A tarde rolou ainda mais uma sessão memorável em Punta Conejo …

Punta Chivo
Punta Chivo
Punta Chivo
Punta Chivo
Punta Chivo
Punta Chivo
Punta Chivo
Punta Chivo
Punta Chivo
Punta Chivo
Punta Chivo
Punta Chivo
Punta Chivo
Punta Chivo
Punta Chivo
Punta Chivo
Punta Chivo
Punta Chivo
João em Punta Chivo
João em Punta Chivo
João em Punta Chivo
João em Punta Chivo
Luis Claudio em Punta Chivo
Luis Claudio em Punta Chivo
Punta Chivo
Punta Chivo
Luis Claudio em Punta Chivo
Luis Claudio em Punta Chivo
Tiburón em Punta Chivo
Tiburón em Punta Chivo
Tiburón em Punta Chivo
Tiburón em Punta Chivo
Punta Chivo
Punta Chivo
Punta Conejo
Punta Conejo
Punta Conejo
Punta Conejo
Punta Conejo
Punta Conejo
Punta Conejo
Punta Conejo
João em Punta Conejo
João em Punta Conejo
João em Punta Conejo
João em Punta Conejo
João em Punta Conejo
João em Punta Conejo

No dia seguinte, mais uma vez acordamos ainda era noite e nos mandamos para Punta Escondida, a onda mais power da região. Chegamos no pico com o dia amanhecendo e logo caímos para aproveitar o mar que estava perfeito. Com um drop no ar e em seguida uma seção de tubo super longa, é uma onda que não dá espaço para erros, ou então pode rolar uma visitinha nas pedras que estão logo em frente à onda. Depois de cerca de uma hora de surfe, entrou um vento side-shore que bagunçou a formação do pico, então migramos na  Punta Conejo, onde surfamos por mais algumas horas, até o vento apertar bastante e ficar ruim lá também.

Nascer do sol em Punta Escondida
Nascer do sol em Punta Escondida
Punta Escondida
Punta Escondida
Punta Escondida
Punta Escondida
Punta Escondida
Punta Escondida
Punta Escondida
Punta Escondida
Punta Escondida
Punta Escondida
Tatoo em Punta Conejo
Tatoo em Punta Conejo

E assim foram se sucedendo nossos dias aqui na região, com excelentes dias de surfe, na maioria deles revezando entre banhos em Conejo, Chivo e Escondida. Demos ainda uma olhada em outros picos, como algumas “Escoleras”, que é como eles chamam aqui alguns pequenos molhes que tem em algumas praias, e também em uns beach breaks da região, porém acabamos sempre surfando nas puntas pois invariavelmente elas ofereciam as melhores condições e as ondas mais longas e perfeitas. Já estamos completamente moídos de tanto surfe, precisando urgentemente de braços e pernas novas! rsrsrsrs !

Escolera
Escolera
Beach Break em Salina Cruz
Beach Break em Salina Cruz
Luis, João e Tiburón com o Fito, nosso guia
Luis, João e Tiburón com o Fito, nosso guia

Amanhã estaremos regressando de ônibus para Puerto Escondido, onde ficaremos um dia. Hoje chegou uma tormenta forte aqui na região e está previsto até um furacão para amanhã. Os forecasts de surfe chegam a indicar uma previsão de 21 pés de onda em Puerto Escondido ! Na quinta-feira retornamos à Cidade do México para a parte final da trip.

Grande abraço !

Anúncios

11 comentários sobre “Diário do México – Salina Cruz

  1. Bom, primeiro, 2 X 1 pro grêmio.
    Segundo, 21 pés……..dá~lhe corona…..hahahaha
    Terceiro, altas trips…..showwww.

  2. Amigo, poderia me dar o contato do guia, por gentileza? O link não está mais no ar! Acha que chegando lá sem guia é facil conseguir um na associação? Vale a pena alugar um carro 4X4 ou os guias de lá o tem? Muito obrigado, irmão, e desculpe o trabalho, mas estou louco pra fazer essa trip, mas tá cara demais!!!

    1. Compadre, eu acho que rola sim esse esquema de conseguir um guia local na hora. Eu já viajei daqui com o esquema certo, mas acho que rola sim!

      O cara que fez o serviço de guia para a gente foi o Fito (https://www.facebook.com/fitosurfparadise), patrão do pico, gente boníssima, recomendo fortemente.
      Podes combinar com ele de fazer com a camionete dele ou, se tiverem de camionete (tem que ser uma 4×4 de verdade!), pode ser com o carro de vcs mesmo. A gente fez tudo com a camionete do Fito. Fomos de Huatulco para Salina Cruz de Busão. Tranquilaço.

      Boa sorte!

  3. Ae Brothe! eu e mais uns amigos estamos nesta mesma situacao do amigo Eduardo aqui em cima! É tranquilo chegar la sem guia e conversar com o pessoal da associacão para fazer um pacote lá? Adoraríamos se conseguíssimos o contato de um guia.
    Obrigado desde já pelas Dicas, ajudaram muito! abracos ai

    1. Compadre, eu acho que rola sim esse esquema de conseguir um guia local na hora. Eu já viajei daqui com o esquema certo, mas acho que rola sim!

      O cara que fez o serviço de guia para a gente foi o Fito (https://www.facebook.com/fitosurfparadise?fref=ts), patrão do pico, gente boníssima, recomendo fortemente.
      Podes combinar com ele de fazer com a camionete dele ou, se tiverem de camionete (tem que ser uma 4×4 de verdade!), pode ser com o carro de vcs mesmo.

      Boa sorte!

  4. Fala Camarada! irado o pico. Altas ondas!! Estou indo pra lá em breve.. Vocês pagaram quanto pela diária do Fito? Queria saber o que esperar antes de tomar o susto..rsrsrs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s