Diário da Indonésia – Rice Terrace, Barong Dance, Sanur, Ubud e Tanah Lot

Ontem foi um dia bem movimentado aqui em Bali.
Acordamos cedo e fomos em Uluwatu dar aquele que seria o último surfe do Eric aqui, pois a noite ele iria para Kuta para seguir viagem para as Maldivas. Surfamos quase até o meio-dia em Ulu, comemos rapidinho e saímos para um tour pelo interior de Bali para conhecer alguns templos, terraços de plantações de arroz, outras praias, etc …

Uluwatu
Uluwatu
Uluwatu
Uluwatu

Começamos o rolê por Jimbaran, no parque cultural GWK (Garuda Wisnu Kencana). O templo é dedicado ao deus hindu Vishnu, e sua montaria, Garuda, o pássaro mítico que é sua companheira. Tem uma estátua enorme do Vishnu, de 23 metros, outra irada também da Garuda.

Jimbaran - GWK
Jimbaran – GWK

Jimbaran - GWK   Jimbaran - GWK

Jimbaran - GWK
Jimbaran – GWK

Jimbaran - GWK  Jimbaran - GWK

Jimbaran - GWK
GWK

Ali ainda tivemos a oportunidade de assistir a uma apresentação de Barong Dance, que é provavelmente a dança típica mais conhecida daqui. Barong é um personagem da mitologia de Bali. Ele é o rei dos espíritos e líder das forças do bem e inimigo de Rangda. A batalha entre Barong e Rangda é destaque na dança Barong para representar a eterna batalha entre o bem e o mal.

Jimbaran - Barong Dance
Jimbaran – Barong Dance
Jimbaran - Barong Dance
Jimbaran – Barong Dance

De Jimbaran, seguimos para Sanur Beach, do lado leste da ilha, onde há uma série de resorts e onde rolam as ondas na temporada chuvosa, oposto à temporada de ondas do outro lado da ilha, onde está Uluwatu.

Sanur Beach
Sanur Beach
Sanur Beach
Sanur Beach

De Sanur, seguimos para Ubud, no interior de Bali, onde estão os campos de arroz e os rice terraces (plantação de arroz nas encostas), os principais Handicraft Markets e Silver Markets.

Em Bali, o plantio, o cultivo e a colheita do arroz integra a religião e a cultura. As festas religiosas, inclusive, acompanham o calendário das plantações. A alimentação do Balinês é toda baseada no arroz.

Os Rice Terraces são muito bonitos, as plantações de arroz aqui são feitas nas margens das colinas e possuem um complexo sistema de irrigação, para que a água vá fluindo do topo da colina até a parte inferior.

Os artesanatos de Bali então nem se fala, o Eric estava malucão com as estátuas de madeira, barong marks, pinturas ….. eu, como não é permitido entrar com nada disso na Austrália  nem me emocionei muito com as compras ..

Ubud - Rice Terrace
Ubud – Rice Terrace
Ubud - Rice Terrace
Ubud – Rice Terrace
Ubud - Rice Terrace
Ubud – Rice Terrace
Ubud - Rice Terrace
Ubud – Rice Terrace
Ubud - Rice Terrace
Ubud – Rice Terrace

De Ubud, seguimos para o lado oeste da ilha para conhecer o templo Tanah Lot. Fomos cortando todo o interior de Bali, curtindo paisagens maravilhosas e pitorescas. No caminho, demos uma parada no templo Taman Ayun. Taman Ayun é o templo real do Império Mengwi e está localizado em Mengwi Village, a cerca de 18 quilômetros do lado norte da capital Denpasar. O templo e a área é muito bonita e toda rodeada pela água. O nome de Taman Ayun significa literalmente “O Jardim da Mente”. Segundo consta, o templo foi concebido não só como finalidade religiosa, mas também com finalidade artística  podendo ser utilizado como o lugar de relaxar e refrescar a “alma do rei”.

Templo Taman Ayun
Templo Taman Ayun
Templo Taman Ayun
Templo Taman Ayun
Templo Taman Ayun
Templo Taman Ayun

Chegamos no Tanah Lot no final de tarde, a tempo ainda de pegar um belo por-do-sol.
Este é um dos mais importantes templos de Bali e está localizado sobre uma rocha sobre o mar, próximo à costa. Na realidade, foi a abrasão forte do mar que separou a área do templo do continente de Bali. Apesar de toda forte pressão das ondas do mar durante centenas de anos, o templo ainda permaneceu de pé, enquanto que toda a sua região em volta foi desaparecendo com a batida das ondas.
O templo como um todo é dedicado ao “Deus do Mar”.

Tanah Lot
Tanah Lot
Tanah Lot
Tanah Lot
Tanah Lot
Tanah Lot
Tanah Lot
Por-do-sol no templo Tanah Lot

Tanah Lot Tanah Lot

Templo Tanah Lot
Templo Tanah Lot
Tanah Lot
Templo Tanah Lot
Templo Tanah Lot
Templo Tanah Lot

Saímos de Tanah Lot já de noite e seguimos para Kuta para deixar o Eric, que passaria a última noite lá e no outro dia pela manhã seguiria viagem à Singapura e depois para as Maldivas para encontrar com os outros Sauros que irão para lá fazer a surf-trip.
Passamos pelas principais ruas de Kuta, deixamos o Eric no hotel e seguimos de volta para Uluwatu. Cheguei aqui em Uluwatu cerca de 9 e meia da noite, cansado depois de tanto rodar, mas feliz da vida com o proveitoso dia !

Para ver o álbum de fotos completo da trip Indonésia, clique aqui.

Aquele abraço!

Anúncios

2 comentários sobre “Diário da Indonésia – Rice Terrace, Barong Dance, Sanur, Ubud e Tanah Lot

  1. Muito legal o seu blog, estou planejando um intercâmbio no final do ano pra Indonésia com a AIESEC, pra ilha de Java, mas pretendo visitar Bali também. Seus posts me esclareceram muitas coisas. :-).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s