Surf-Trip Peru 2012 – Minha 3ª temporada peruana (19 à 24 de setembro 2012)

Apesar de no ano de 2012 eu já ter viajado para surfar o Chile e a Nicarágua, ter feito uma trip para Buenos Aires, e estar com uma viagem marcada para surfar a Austrália, Indonésia e a Nova Zelândia em Outubro/Novembro, no íntimo eu não estava aceitando bem o fato de passar um ano sem ir surfar as olas peruanas ! É inquestionável a minha adoração por aquele lugar, pelo power daquelas ondas e pela vibe do país.

Pois foi aos 45 minutos do segundo tempo pintou uma oportunidade de ir novamente ao Peru, ainda no ano de 2012. Como dia 20 de setembro, que é feriado no Rio Grande do Sul em homenagem à Revolução Farroupilha, caía em uma quinta-feira, e eu tinha um banco de horas acumulado no trabalho, o que me possibilitaria compensar a quarta e a sexta-feira, estava aí a oportunidade de fazer a minha terceira temporada de surfe no Peru em 3 anos. É claro que eu não poderia desperdiçar esta chance!

Dei uma consultada nos pontos que eu tinha disponível na TAM para emitir as passagens com milhas e, por sorte, haviam algumas promoções justamente para esta semana em Setembro! Enfim, tudo se encaixou ! Consegui emitir as passagens com os pontos e pela terceira vez eu estaria viajando para o Peru sem gastar um tostão !

Conversei com a galera para ver se havia alguém interessado em ir junto, mas como estava muito em cima da hora, num primeiro momento ninguém acenou com possibilidade para me acompanhar.

Faltando apenas 5 dias para embarcar, o Heron então me procurou. Disse que estava a fim de ir junto e pediu que o auxiliasse com as passagens e logística, pois esta seria a sua primeira trip internacional.

No dia seguinte, emitimos as passagens dele, mas como ele não tinha pontos para emitir os bilhetes no mesmo voo que eu, e comprando as passagens em cash pela TAM sairia muito caro, a gente tirou as passagens pela TACA, voando para Lima um dia antes de mim.

Arrumei um hostel para ele ficar em Lima neste dia e um transfer do aeroporto até lá, pois ele queria aproveitar um dia da trip para conhecer um pouco da capital peruana, dar uns rolês em Miraflores e também fazer algumas compras.
O Heron embarcou para Lima na terça (dia 18/09) bem cedinho, voando direto POA-Lima pela TACA.

Eu trabalhei ainda toda a terça-feira e no início da noite voei POA-Sampa, porém o voo de Sampa para Lima sairia apenas no outro dia pela manhã. Dormi no aeroporto de Guarulhos mesmo, no FastSleep da asa C e as 6hrs da manhã do dia 19 (quarta) eu estava fazendo o check-in e embarcando para Lima.

Depois de já ter dormido nas poltronas de Guarulhos, e também no chão do último piso, desta vez resolvi passar bem ... — em FastSleep Guarulhos.
Depois de já ter dormido nas poltronas de Guarulhos, e também no chão do último piso, desta vez resolvi passar bem … — em FastSleep Guarulhos.
Embarque em Guarulhos
Embarque em Guarulhos

Cheguei em Lima um pouco antes do meio-dia e já estava no aeroporto me esperando o Eduardo para fazer o transfer para Punta Hermosa.

Es verdad !
Es verdad !
Tiburón e Eduardo, o home dos transfers em Punta Hermosa
Tiburón e Eduardo, o home dos transfers em Punta Hermosa

Passamos por Miraflores, pegamos o Heron e logo depois da uma já estávamos comendo o almuerzo preparado pelo Julio na pousada do Luisfer em La Isla.

Como teríamos poucos dias nesta trip, decidimos ficar surfando desta vez somente a região de Punta Hermosa, para não perdermos muito tempo com os deslocamentos para o norte peruano.

Aproveitamos o resto da tarde para fazer o surfe em La Isla. Estava uma condição boa, não tão pesado, perfeito para “tirar o avião do corpo” e adaptar-se com as ondas volumosas da região.

Tiburón e Heron em La Isla
Tiburón e Heron em La Isla
La Isla
La Isla
Tiburón e Heron em La Isla
Tiburón e Heron em La Isla
La Isla
La Isla
La Isla
La Isla

Na quinta-feira, dia 20, tomamos o desayuno e fomos surfar Punta Rocas, que para mim é a melhor onda da região de Punta Hermosa e uma das melhores do Peru. Porém uma coisa é inquestionável: é a onda mais constante do país, e até, segundo alguns, a onda mais constante do mundo !

Por ser uma bancada bem no outside, o swell atinge o pico sem nenhuma barreira natural, ou seja, com toda a força que carregam as ondulações do pacífico por milhares de quilômetros. Sempre tem uma onda com bom volume e potência em Punta Rocas.
Neste dia não estava diferente. Apesar de não estar um mar sinistro, tinham ondas bem grandes e muito longas. Fizemos a festa lá !

Punta Hermosa
Punta Hermosa
Van para Punta Rocas
Van para Punta Rocas
Van para Punta Rocas
Van para Punta Rocas
Punta Rocas
Punta Rocas
Punta Rocas
Punta Rocas
Punta Rocas
Punta Rocas
Punta Rocas
Punta Rocas
Punta Rocas
Punta Rocas
Joelhinho caprichado
Joelhinho caprichado
Punta Rocas
Punta Rocas
Punta Rocas
Punta Rocas

Na tarde, pegamos um tuc-tuc e fomos dar uma queda em Caballeros. Ali então estava um parquinho de diversões. Ondas de meio a um metro, com o swell encaixando perfeito na bancada. Era uma onda depois da outra, com direitas em ótima formação e bem extensas.

tuc-tuc
tuc-tuc
tuc-tuc
tuc-tuc
Caballeros
Caballeros
Caballeros
Caballeros
Caballeros
Caballeros
Caballeros
Caballeros
Caballeros
Caballeros
Por-do-Sol em Caballeros
Por-do-Sol em Caballeros
Por-do-Sol em Caballeros
Por-do-Sol em Caballeros
Freesurfers crowdeando o pico !
Freesurfers crowdeando o pico !
Tudo dominado!
Tudo dominado!

À noite, combinamos com mais dois camaradas, que também estavam hospedados no Luisfer, de alugarmos o carro do José (filho do Luisfer) e no outro dia tentarmos a sorte em outros dois picos mais ao sul: Puerto Viejo e Cerro Azul.

Então na sexta (dia 21), acordamos cedo, colocamos as tralhas no carro e nos mandamos para Puerto Viejo. Mas ao chegarmos lá nos deparamos com um mar muito baixo e decidimos nem cair.

Quadrilha
Quadrilha
Puerto Viejo
Puerto Viejo
Puerto Viejo
Puerto Viejo
Puerto Viejo
Puerto Viejo
Puerto Viejo
Puerto Viejo
Puerto Viejo
Puerto Viejo
Puerto Viejo
Puerto Viejo
Puerto Viejo
Puerto Viejo

Mesmo com poucas esperanças, descemos até Cerro Azul, que também não tinha nada.
No meio do caminho, fomos parados por uma blitz da Policia Peruana, e um dos caras que estavam com a gente “chupou bala” e estava sem cinto. Era tudo o que os poliças queriam ..
Em resumo, mais um achaque para a galeria …
Fizemos toda uma negociação, acertamos um pagamento ali mesmo para os policiais e seguimos viagem.
Aproveitamos para almoçar em Cerro Azul. Chegamos a cogitar em descer para Pepinos, mas como estávamos com um carro do tipo Sedam, achamos arriscado demais para chegar lá.

Cerro Azul
Cerro Azul
Cerro Azul
Cerro Azul
Cerro Azul
Cerro Azul
Cerro Azul
Cerro Azul
Cerro Azul
Cerro Azul
Cerro Azul
Cerro Azul
Cerro Azul
Cerro Azul

Então voltamos para fazer o surfe em Punta Hermosa. Fomos monitorando os picos da região até El Silêncio para decidir onde cair. Resolvemos fazer o surfe em Caballeros, que tinha uma direitinha bonita, mas que já estava menor queno dia anterior.

Panamericana Sur
Panamericana Sur
Panamericana Sur
Panamericana Sur
Punta Negra
Punta Negra
A charanga que alquilamos
A charanga que alquilamos

Ainda neste dia, fomos nas surf-shops de El Silencio para pegar alguns materiais de surf.

Surf-Shop em El Silencio
Surf-Shop em El Silencio

Já anoitecendo, entregamos o carro e saímos para tomar umas cusqueñas nos botecos de Punta Hermosa.

1 cusqueña
1 cusqueña
2 cusqueñas
2 cusqueñas
Cusqueña negra
Cusqueña negra
Cusqueña red
Cusqueña red

Os últimos dias da trip foram de surfe em Punta Rocas pela manhã e La Isla à tarde. O mar deu uma crescida e tinham ótimas ondas.

Busum para Punta Rocas
Busum para Punta Rocas
Punta Rocas
Punta Rocas
Punta Rocas
Punta Rocas
Punta Rocas
Punta Rocas
Punta Rocas
Punta Rocas
Punta Rocas
Punta Rocas
Punta Rocas
Punta Rocas
Punta Rocas
Punta Rocas
Punta Rocas
Punta Rocas
Punta Rocas
Punta Rocas
Quebrado
Quebrado
Punta Rocas
Punta Rocas
Luisito e Flavia
Luisito e Flavia
Punta Rocas
Punta Rocas
Inka-Cola
Inka-Cola
Manjando o Tuc-Tuc !
Manjando o Tuc-Tuc !
La isla
La isla
La isla
La isla
La isla
La isla
La isla
La isla
La isla
La isla

No domingo à tarde voltamos para Lima. Nos hospedamos em um Hostel em Miraflores, e apesar de estar rolando umas ondinhas na Costa Verde, já estávamos tão quebrados do surfe que decidimos nem caír. Aproveitamos para fazer uns passeios, ir em algumas lojas e, por fim, jantar um delicioso Lomo Saltado.

Lima - Miraflores
Lima – Miraflores
Lima - Miraflores
Lima – Miraflores
Lima - Miraflores
Lima – Miraflores
Rangaceira em Miraflores
Rangaceira em Miraflores
Lomo Saltado
Lomo Saltado

Segunda pela manhã cedo, me mandei para o aeroporto de Lima para pegar o meu voo de volta para POA. O Heron voltou no mesmo dia à noite.

O Peru, como sempre, nunca deixa o cara na mão. Nestes poucos, mas intensos dias, fizemos ótimas sessões de surfe e curtimos estes país, que é abençoado de boas ondas !

Aquele abraço !

Clique aqui para ver  o álbum de fotos completo desta trip.

Anúncios

6 comentários sobre “Surf-Trip Peru 2012 – Minha 3ª temporada peruana (19 à 24 de setembro 2012)

  1. Boa noiite Tiburón,
    Estou me preparando para fazer a minha primeira surftrip internacional, escolhi o Peru, pelas ótimas ondas e pela economia.. Eu vou para o sul, exatamente onde você ficou, Punta Hermosa.
    Vou surfar em señorita e Caballeros, gostaria de pedir dicas sobre o local os melhores picos nas praias.. E por favor um concelho sobre onde ficar..
    Otimas fotos e ondas cara !

    Um grande abraço,

  2. Boa noite, Tiburón.

    Estou indo para o Peru em abril de 2015. Pretendo levar uma única prancha, minha do dia-a-dia, uma 5.11 19 1/4 2 3/8.

    Vc acha necessário levar outra prancha ou com essa consigo pegar umas ondas?

    Desde já, agradeço a atenção e parabéns pelo blog.

    Abraços

    1. Olá Gustavo.

      Cara, consegue pegar umas ondas sim, mas vais ter dificuldades nos picos mais de outside, especialmente na região de Punta Hermosa, em lugares como Punta Rocas, La Isla, etc …

      Para tu ter uma idéia, eu tenho 1,83 de altura, peso em torno de 80 kg … minha prancha do dia-a-dia é uma 6’0”.

      Lá no Peru as pranchas que eu mais uso são uma 6’8” semi-gun e uma gunzeira 8”.

      Com uma prancha pequena tu terás mais facilidade nos picos do norte, ou em Cerro Azul/Puerto Viejo ao sul de Lima.

      Abraço!

  3. Boa tarde, Tiburon.

    Obrigado pelas dicas acima!

    Gostaria de mais algumas opiniões para minha trip.

    Vou sair de RJ dia 24/04/15 ( sexta feira ), as 15:00 horas e devo chegar em Lima as 22 horas do mesmo dia.

    De Lima, pretendo pegar uma ônibus, a noite, direto para pacasmayo. Tenho apenas 6 dias de surf. Achas que devo ficar todos os dias lá?

    Em pacasmayo, tu acha que uma 5.11 quebra o galho?

    Outra dúvida é se há necessidades de comprar botinhas de neoprene para surfar em pacasmayo. Pelo que vi, existe muitas pedras na praia.

    Qual pico tu indica se hospedar?

    Mais uma vez, obrigado pela atenção e um ótimo 2015!

    Abraços

    1. Fala Gustavo, beleza?!
      Cara, dá uma monitorada no swell pelo magicseaweed.com e pelo surfline.com
      Se não tiver swell, nem adianta tu ir para o norte que não vai ter onda. Se tiver swell tu terás 6 dias espetaculares em Pacasmayo. Aproveita para fazer uns bate-volta para Chicama e Puemapi tb!
      Dependendo do tamanho que tiver em Pacasmayo tu vai precisar de uma prancha maior, pode ter certeza disso. Eu sempre levo junto uma 6’8” semi-gun quando vou para lá. Pacasmayo pode ficar grande e pesado, e tu vai precisar de uma prancha com mais “entrada de onda”.
      Para se hospedar lá são várias opções, depende do teu orçamento e outras preferencias. O “El Mirador” e o “Los Faroles” são mais em conta, mais simples e baratos, mas são bons. Eu já fiquei nos dois. São no centro, próximos a todas as conveniências, mas é uma pernada até a onda El Faro. Eu costumava ir de tuc-tuc para o surfe. Tem também o “El Faro Resort”, que é mais caro, mas por outro lado é bem mais próximo do pico. Porém longe de todo o resto (mercados, restaurantes, etc)
      Boa sorte e ótima trip!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s